SEMEL Balneário Piçarras

Balneário Piçaras - SC

Telefone: (47) 3345-1472
E-mail:

OLEPI 2022
De 22 de agosto a 27 de agosto de 2022

Regulamento

REGULAMENTO TÉCNICO

2022

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DISPOSIÇÕES ADMINISTRATIVAS E TÉCNICAS

 

 

 

 

Art. 1 - As competições da 17ª OLEPI – Olimpíada Escolar de Balneário Piçarras serão realizadas de acordo com as Regras Internacionais adotadas pelas diversas Confederações Brasileiras e normatizadas ou alteradas pelo disposto neste Regulamento.

 

Parágrafo único - Os casos omissos a este Regulamento serão resolvidos pela Coordenação da Modalidade, em conjunto com a Coordenação Técnica e Coordenação Geral do evento.

 

Art. 2 – O aluno-atleta poderá ser inscrito em mais de uma modalidade, no entanto não serão elaborados ou alterados programas de jogos para facilitar a participação do mesmo.

 

Art. 3 – As inscrições da participação das unidades escolares e dos alunos-atletas serão feitas obrigatoriamente através do site da SEMEL e obedecerão as quantidades de alunos atletas conforme tabela abaixo:

               

Modalidades

Alunos-Atletas

Professor-técnico

Basquetebol

Mínimo 8 máximo 15

3

Futsal

Mínimo 8 máximo 15

3

Handebol

Mínimo 9 máximo 15

3

Voleibol

Mínimo 9 máximo 15

3

Volei de Praia

Mínimo 2 máximo 5

1

 

 

§ 1º- No caso das modalidades de Atletismo, Ciclismo, Jiu Jitsu, Taekwondo, Muay Thai, Karatê, Xadrez e Judô, as inscrições serão feitas também pelo site da SEMEL.

 

Art. 4 - Para as disputas das modalidades de Basquetebol, Futebol, Futsal, Handebol, Voleibol e Vôlei de Praia, a equipe deverá preencher e entregar na mesa da Coordenação da Modalidade, até 10 minutos antes do horário previsto para o início do jogo a relação nominal numerada dos alunos-atletas inscritos para o jogo.

 

 

Art. 5 – A Secretaria de Educação e a Secretaria de Esporte e Lazer irão premiar a unidade escolar campeã geral da OLEPI, conforme pontuação abaixo:

 


                              

Colocação

Modalidades Coletivas e Atletismo

10 pontos

07 pontos

05 pontos

04 pontos

03 pontos

02 pontos

01 ponto

                                                              

§ 1º - Para efeito de classificação das unidades escolares, somente a modalidade de atletismo será válida para a contagem dos pontos conforme tabela abaixo:
                              

Colocação

 Individual por Prova

06 pontos

05 pontos

04 pontos

03 pontos

02 pontos

01 pontos

Art. 6 - Será dado um prazo de quinze minutos para que o aluno-atleta ou a equipe apresentem-se para disputar uma competição da OLEPI.

 

§ 1º- O prazo acima definido inicia a partir do momento em que o professor-técnico e/ou o aluno-atleta capitão da equipe presente, assine a súmula (na ausência de ambos competidores, será assinado pelo professor-árbitro), considerando-se sempre o horário previsto na programação para o início da competição.

 

§ 2º- Esgotado este prazo, o ausente será declarado perdedor por “WO”.

 

§ 3º - Os casos de WO serão recebidos pela coordenação técnica do evento e encaminhados para Comissão disciplinar ou Comissão Disciplinar Pedagógica.

 

§ 4º- No caso de um aluno-atleta ou uma equipe virem a ser excluídos da competição será desconsiderado todos os resultados das disputas, por ventura, por eles já realizadas.

 

Art. 7 - O aluno-atleta, o professor-técnico ou dirigente que for expulso/desqualificado de um jogo, não poderá participar do jogo seguinte, além de ficar sujeito a outras penas impostas pela Comissão Disciplinar ou Comissão Disciplinar Pedagógica.

 

§ 1º- Nas modalidades de Futebol e Futsal, o aluno-atleta que receber dois (2) cartões amarelos, não poderá participar do jogo seguinte, além de ficar sujeito a outras penas impostas pela Comissão Disciplinar ou Comissão Disciplinar Pedagógica.

 

§ 2º- O cumprimento das penalidades acima previstas é de responsabilidade de cada equipe, independente de comunicação oficial e/ou julgamento.

 

Art. 8 - Quando da coincidência da cor nos uniformes, havendo necessidade de troca, definida pelo professor-árbitro, caberá ao aluno-atleta ou a equipe que estiver colocada no lado esquerdo da tabela a fazê-lo.

 

Art. 9 - O chefe da unidade escolar, o professor-técnico e os oficiais, quando estiverem no setor interno de uma competição, deverão vestir calça, bermuda ou agasalho esportivo, camiseta ou camisa e calçado fechado (sapato ou tênis).

 

Art. 10 - Quando da interrupção de uma competição por motivo extraordinário, serão tomadas as seguintes providências:

 

·         Até 2 (duas) horas - a partida será reiniciada no mesmo local, com o mesmo placar e tempo de jogo;

·         De 2 (duas) a 4 (quatro) horas - será reiniciada, com mudança de local, mantendo-se o mesmo placar e tempo de jogo;

·         Mais de 4 (quatro) horas - será anulada, cabendo à Comissão Técnica determinar novo horário e local.

 

Art. 11 - A Coordenação Geral primará para que os professores-árbitros sejam profissionais ou acadêmicos de Educação Física.

 

Art. 12 - É de responsabilidade de cada unidade escolar, deixar o banco de reservas limpo, após o encerramento de seu jogo.

 

Art. 13 – Não serão permitidas bandas, fanfarras, instrumentos musicais, objetos de percussão ou som estridente nos locais de Competição.

 

Art. 14 - É proibida a divulgação, comercialização e o consumo de cigarro e bebida alcoólica, bem como a divulgação de concorrente de promotor e patrocinador, por parte de todos os envolvidos na OLEPI.

 

Art. 15 - Para as modalidades coletivas será de responsabilidade da Unidade Escolar participante o controle das substituições obrigatórias dos alunos-atletas.

 

Art. 16 - Ficará a critério da coordenação técnica do evento a elaboração da programação (datas, locais e horários) das competições na OLEPI.

 

Art. 17 - Conforme determinação da Organização Mundial de Saúde, todo o atleta que sofrer acidente sangrento deverá ser retirado imediatamente do jogo, não podendo retornar até que o ferimento seja estancado, devendo mudar o uniforme, se necessário.

 

Art. 18 – A Coordenação Geral do Evento poderá em qualquer momento, reduzir o tempo e o número de pontos dos jogos, por motivos de segurança e tempo hábil para realização dos jogos.

 

 

SISTEMAS DE DISPUTA E CLASSIFICAÇÃO

 

 

Art. 19 - Para a realização da OLEPI - 11 a 13 anos, será adotado um dos seguintes sistemas de disputas para as modalidades de Basquetebol, Futebol, Futsal, Handebol, Voleibol e Vôlei de Praia:

 

§ 1º - Com a participação duas (2) a cinco (5) equipes:  Grupo único - as equipes jogam entre si, obtendo-se diretamente a classificação final.

 

§ 2º - Com a participação de seis (6) a oito (8) equipes:

 

1ª Fase: duas chaves (A e B) - as equipes jogam entre si dentro do grupo, classificando-se as duas melhores colocadas de cada um para a fase seguinte.

 

 

2ª Fase ou semifinal -

CRUZAMENTO OLÍMPICO

1º de A     X     2º de B

1º de B     X     2º de A

 

3ª Fase final - as duas equipes perdedoras disputam o terceiro e o quarto lugar e as duas equipes vencedoras disputam o título de campeã e vice-campeã.

 

§ 3º - Com a participação de nove (9) equipes:

 

1ª Fase: classificatória - três grupos (A, B e C) - as equipes jogam entre si dentro do grupo, classificando-se as duas melhores colocadas de cada grupo para a fase seguinte.

 

2ª Fase:  eliminatória simples com seis (6) equipes

 

1 - 1º +

                                                                                                        s/f

2 - 2º

3 - 2ª                                                                                

                                                                                                 3º/4°                                            1º/2º

 

 

4 - 1º -                                                                             

5 - 2º

                                                                                                        s/f

6 - 1º + -

 

· O segundo colocado da chave melhor primeiro colocado da etapa anterior da competição ocupará a posição de número cinco da chave de eliminatória simples

 

· Para definição dos melhores colocados da fase anterior serão considerados os seguintes critérios de apuração:

 

ü  - Maior quociente nos pontos de classificação da modalidade na etapa anterior;

ü  - Average: (BB/pontos, FC, FS e HB/gols, VB e VP/pontos);

ü  - Maior quociente pró: (BB/pontos, FC, FS e HB/gols, VB e VP/pontos);

ü  - Menor quociente contra: (BB/pontos, FC, FS e HB/gols, VB e VP/pontos);

ü  - Sorteio.

 

· O quociente será sempre calculado considerando-se o item solicitado e o número de jogos realizados.

 

· Sempre que for mencionado “AVERAGE” no regulamento técnico, considerar-se-á a divisão por 0 (zero) como o melhor average, uma vez que está divisão é impossível, assegurando assim, aquele que não sofreu gols, cestas, pontos ou sets, como o de melhor aproveitamento.

 

Art.20 - Nas modalidades de futsal e handebol, todos os jogos deverão ter um vencedor, portanto não poderão terminar empatados. No caso de empate no tempo regulamentar serão adotados critérios em cada modalidade conforme descritos a seguir no Regulamento técnico específico das modalidades.

 

REGULAMENTO TÉCNICO ESPECIFICO

 

 

1- ATLETISMO

 

1.1 - As competições de Atletismo na OLEPI - serão disputadas nos 2 gêneros, obedecendo a uma programação, onde constarão as seguintes provas:

 

 

 

PROVA

FEMININO

MASCULINO

80 metros

X

X

200 metros

X

X

800 metros

X

X

2000 metros

X

X

Revezamento 4 X 75 metros

X

X

Arremesso do peso

X

X

Arremesso de dardo

X

X

Lançamento de disco

X

X

Salto em altura

X

X

Salto em distância

X

X

 

 

1.2 - A delegação poderá ser composta por um número ilimitado de alunos-atletas e professores-técnicos por gênero.

 

1.3 - Cada delegação poderá inscrever no máximo quatro (4) alunos-atletas em cada prova e uma equipe de revezamento.

 

1.4 - O aluno-atleta poderá participar de no máximo duas (3) provas (sendo 2 de pista + 1 de campo ou 1 de pista +2 de campo) + o revezamento.

 

1.5 - A distribuição das raias será efetuada no momento da confecção das súmulas.

 

1.6 - Ao aluno-atleta será permitido o uso de implemento próprio, desde que o mesmo seja aferido pela Coordenação da Modalidade antes do início de cada etapa e posto à disposição de todos os competidores.

 

1.7 - A numeração do aluno-atleta será disponibilizada pela Coordenação Geral da OLEPI.

 

1.8- A classificação nas provas de 800 metros será apurada no sistema de “final por tempo”.

 

1.9- O aluno-atleta deverá comparecer uniformizado tanto para a competição, quanto para a premiação, tão logo seu nome seja anunciado pela organização.

 

1.10- Os protestos e recursos ocorridos durante as provas serão resolvidos inicialmente pelo árbitro da prova, em segunda instância pelo árbitro geral e, em última instância, pelo Júri de Apelação, composto por três (3) professores-técnicos indicados quando da realização do Congresso Técnico da Modalidade.

 

 

2- BASQUETEBOL

 

 

2.1 - As competições de Basquetebol na OLEPI serão realizadas de acordo com as regras oficiais da FIBA adotadas pela confederação brasileira de basketball (CBB), salvo o estabelecido neste regulamento.

 

2.1.1- As competições de Basquetebol na OLEPI serão disputadas nos dois (2) gêneros e terão a duração de 2 períodos de 14 (quatorze) minutos cada, sendo divididos em 4 (quatro) quartos de 7 (sete) minutos cada.

 

2.1.2- Entre cada quarto haverá um intervalo de um (1) minuto, exceto o intervalo entre o segundo e o terceiro quarto que será de três (3) minutos.

 

2.1.3- O reinício do jogo após cada intervalo será feito com posse de bola pela equipe que não a tenha tido quando do início do período anterior.

 

2.1.4- A troca de lado da quadra dar-se-á somente entre o segundo e o terceiro período.

 

2.1.5- Cada equipe terá direito a um (1) pedido de “tempo técnico” com duração de um (1) minuto em cada período.

 

2.1.6- Será utilizada a bola oficial da modalidade para a categoria.

 

2.1.7- Não será observada uma sequência de numeração nas camisetas dos alunos-atletas, no entanto, todas deverão estar numeradas.

 

2.1.7.1- Sugere-se que as camisetas possuam números na frente (peito) e atrás (costas).

 

2.1.8 A equipe deverá observar o Art. 10 do Regulamento Geral (quanto ao número mínimo de inscritos), caso contrário será impossibilitada de competir e declarada perdedora por “WO”.

 

2.1.8.1 Em caso do não comparecimento de uma equipe dentro do horário estipulado para o jogo, após a contagem de 15 minutos será declarada ausente, aplicando-se o WO em favor da equipe presente, à qual será declarada vencedora pelo placar de 20x0. Caso nenhuma das duas equipes se façam presentes em tempo hábil, será declarado o duplo não comparecimento, atribuindo-se derrota a ambas as equipes.

 

2.1.8.2 - Considere-se exceção ao disposto no item acima, a partir da segunda rodada, motivado por cumprimento de penalidade ou impossibilidade física devidamente comprovada com atestado médico.

 

2.1.8.3 - Neste caso a equipe deverá jogar tantos quantos períodos (igual ao número de alunos-atletas que faltam) com um aluno-atleta a menos, ou jogar um período com tantos quantos alunos-atletas (igual ao número de alunos-atletas que faltam) a menos.

 

2.1.9 – Até o final do jogo, no mínimo oito (08) alunos-atletas deverão jogar um quarto completo. Caso isso não aconteça, a equipe infratora perderá o jogo por número insuficiente de jogadores. O jogo prosseguirá até o seu final, porém, para efeito de placar, seguiremos os seguintes critérios:

 

I. Em caso de vitória, o resultado será invertido em favor da equipe adversária, aplicando-se quantos pontos forem necessários para que a outra equipe seja considerada vencedora. Exemplos de inversão: Modalidade Resultado do Jogo Resultado Invertido Basquetebol Equipe A 50 x 32 Equipe B Equipe A 50 x 51 Equipe B

 

Modalidade

Resultado do jogo

Resultado invertido

Basquetebol

Equipe A 50 x 32 Equipe B

Equipe A 50 x 51 Equipe B

 

II. Em caso de derrota, manter-se-á o resultado.

 

III. Excetua-se esta situação quando o aluno-atleta apresentar atestado médico expedido durante o evento e/ou cumprindo suspensão aplicada no próprio evento.

 

Parágrafo único - No 1º quarto, não poderá haver substituição, salvo em caso de contusão e o aluno/atleta contundido não poderá retornar ao período.

 

2.1.9.1 As substituições poderão ocorrer em qualquer um dos quartos, ficando a critério de cada professor a quantidade de alunos substituídos. Não poderão ser substituídos os alunos-atletas até o final do quarto que eles entraram, salvo em caso de contusão e o aluno-atleta contundido não poderá retornar ao quarto.

 

2.1.10 - Para efeitos de classificação, a contagem de pontos obedecerá a seguinte tabela:

 

Vitória ............................... 2pontos;

Derrota .............................. 1ponto;

Ausência ............................ 0ponto.

 

2.1.11 - Ocorrendo empate na classificação, serão utilizados os seguintes critérios de desempate:

 

I- Entre duas equipes:

a - Confronto direto.

 

II- Entre três ou mais equipes:

a) Saldo de pontos nos jogos disputados entre si;

b) Melhor ataque nos jogos disputados entre si;

c) Melhor defesa nos jogos disputados entre si;

d) Pontos “average” nos jogos disputados entre si;

e) Sorteio.

 

2.1.12 - Ocorrendo empate no final de um jogo, serão realizadas tantas quantas prorrogações de 3 (três) minutos forem necessárias até que uma equipe possa ser declarada vencedora.

 

2.1.12.1 As equipes terão direito a um pedido de tempo em cada prorrogação.

 

 

 

3 - CICLISMO

 

3.1- A competição de Ciclismo na OLEPI será disputada nos dois gêneros, obedecendo a uma programação, onde constará a prova de Estrada/Circuito não ultrapassando a distância máxima de 20 km.

 

3.2- A delegação poderá ser composta por um número ilimitado de alunos-atletas e professores-técnicos por gênero.

 

3.3- Será permitido qualquer tipo de bicicleta exceto a bicicleta tipo speed (corrida) de qualquer material, desde que dentro do regulamento da “UCI”.

 

3.3.1- As rodas utilizadas deverão ser as tradicionais, ou seja, aros de alumínio e raiadas, dentro do que prevê o regulamento da “UCI”.

 

3.3.2- A transmissão para estas duas categorias estará limitada em 6,22 metros.

 

3.3.3- Está autorizado o uso de “ciclo computadores”.

 

3.4- O aluno-atleta deverá apresentar-se para a competição devidamente uniformizado.

 

3.4.1- O uniforme do aluno-atleta será composto por calção (de qualquer tipo), camisa de ciclismo ou camiseta comum (exceto camiseta regata) e capacete.

 

3.5- Na prova de Estrada (ou circuito), o aluno-atleta deverá respeitar a linha de “sprint”, não realizando manobras bruscas ou desviando-se de sua trajetória com o objetivo de bloquear um adversário.

 

3.6 - Para a Prova de Estrada (ou circuito):

 

Antes da partida, os participantes deverão estar alinhados com um dos pés no chão;

O participante que for alcançado pelo “ponteiro” será imediatamente retirado da prova;

O participante que se envolver em acidente poderá voltar à prova, desde que não tenha sido ultrapassado pelo “ponteiro”;

A prova pode ser interrompida em caso de queda da maioria dos participantes ou por problemas climáticos, a critério da Coordenação da Modalidade.

A última volta será indicada por sino ou apito;

 

3.7 - Na Prova de Estrada o apoio mecânico e abastecimento acontecerão em locais pré-determinados pela Coordenação da Modalidade.

 

3.7.1 - O participante que receber apoio mecânico ou abastecimento em locais não autorizados será desclassificado da competição.

 

3.8 - Não haverá acompanhamento (apoio com veículos) na prova.

 

 

5 - FUTSAL

 

5.1 - A competição de futsal na OLEPI será realizada de acordo com as regras oficiais da FIFA para a modalidade, adotada pela confederação brasileira de futsal (CBFS) salvo o estabelecido neste regulamento.

 

5.1.2 - Cada equipe só poderá inscrever o máximo de 2 (dois) alunos-atletas como goleiro.

 

5.1.2.1 - As competições de Futsal na OLEPI serão disputadas nos dois (2) gêneros e terão a duração de 2 (dois) períodos de 14 (quatorze) minutos, divididos em 4 (quatro) quartos de 07 (sete) minutos cada.

 

5.1.3.1 Os jogos terão o intervalo de 3 (três) minutos entre o 2º e 3º quartos e intervalo de 1 (um) minuto entre o 1º e o 2º quarto e 3º a 4º quartos.

 

5.1.3.2 Quando do termino dos quartos, o tiro de saída deverá ser cobrado com a equipe que não começou o quarto anterior.

 

 5.1.4 O último minuto de cada período deverá ser cronometrado. O cronômetro deverá ser travado nas cobranças de pênalti e tiro livre direto.

 

5.1.5 Para a OLEPI, a troca de lado da quadra dar-se-á somente entre o segundo e o terceiro período.

 

5.1.6 Cada equipe terá direito a um (1) pedido de “tempo técnico” com duração de um (1) minuto em cada período.

 

5.1.7 Será utilizada a bola oficial da modalidade para cada categoria.

 

5.1.8 Não será observada uma sequência de numeração nas camisetas dos alunos-atletas, no entanto, todas deverão estar numeradas.

 

5.1.8.1 É obrigatório o uso de “caneleiras” por parte de todos os alunos-atletas e ao goleiro é facultativo o uso de agasalho esportivo, na sua parte inferior, desde que este não possua bolso, zíper, botões ou qualquer objeto contundente, além de que deverá ser de cores diferentes da sua equipe e da equipe adversária.

 

5.1.9 A equipe deverá observar o Art. 03 do Regulamento Geral (quanto ao número mínimo de inscritos), caso contrário será impossibilitada de competir e declarada perdedora por “WO”.

 

5.1.9.1 Considere-se exceção ao disposto no item acima, a partir da segunda rodada, motivado por cumprimento de penalidade ou impossibilidade física devidamente comprovada com atestado médico.

 

5.1.9.2 Neste caso a equipe deverá jogar tantos quantos períodos (igual ao número de alunos-atletas que faltam) com um aluno-atleta a menos, ou jogar um período com tantos quantos alunos-atletas (igual ao número de alunos-atletas que faltam) amenos.

 

5.1.10 Em caso do não comparecimento de uma equipe dentro do horário estipulado para o jogo, após a contagem de 15 minutos será declarada ausente, aplicando-se o WO em favor da equipe presente, a qual será declarada vencedora pelo placar de 1x0. Caso nenhuma das duas equipes se façam presentes em tempo hábil, será declarado o duplo não comparecimento, atribuindo-se derrota a ambas as equipes.

 

5.1.11 Até o final do jogo, no mínimo oito (08) alunos-atletas deverão jogar um período completo. Caso isso não aconteça, a equipe infratora perderá o jogo por não cumprimento do Regulamento. O jogo prosseguirá até o seu final, porém, para efeito de placar, seguiremos os seguintes procedimentos:

 

I - Em caso de vitória, o resultado será invertido em favor da equipe adversária, aplicando-se quantos pontos forem necessários para que a outra equipe seja considerada vencedora. Exemplos de inversão:

 

Modalidade

Resultado do jogo

Resultado invertido

Futsal

Equipe A 10 x 02 Equipe B

Futsal Equipe A 10 x 11 Equipe B

 

II - Em caso de derrota, manter-se-á o resultado.

 

III - Excetua-se esta situação quando o aluno-atleta apresentar atestado médico expedido durante o evento e/ou cumprindo suspensão aplicada no próprio evento. Parágrafo único - No 1º quarto não poderá haver substituição, salvo em caso de contusão e o aluno/atleta contundido não poderá retornar ao período.

 

5.1.11.1 Não será permitida a soma de tempo de jogo em períodos distintos para o cumprimento do acima previsto.

 

5.1.11.2 Quando um aluno-atleta não puder completar um período, a equipe poderá utilizar outro que o completará em seu lugar. Esta atitude, no entanto, não caracterizará o cumprimento da necessidade de jogar um período completo para nenhum deles.

 

5.1.11.3 Se esta impossibilidade ocorrer no último período do jogo, ou no caso de ser definitiva para ele, a equipe deverá completar o período com um (1) aluno-atleta a menos.

 

5.1.11.4 As substituições poderão ocorrer em qualquer um dos quartos, ficando a critério de cada professor a quantidade de alunos substituídos. Não poderão ser substituídos os alunos-atletas até o final do quarto que eles entraram, salvo em caso de contusão e o aluno-atleta contundido não poderá retornar ao quarto.

 

5.1.12 Todos os jogos deverão ter um vencedor, portanto não poderão terminar empatados. No caso de empate no tempo regulamentar serão adotados os seguintes procedimentos:

 

5.1.12.1 Para o desempate serão realizadas cobranças de 5 (cinco) tiros livres diretos na marca de penalidade máxima, alternadamente, a serem cobrados por todos os alunos-atletas relacionados em súmula, exceto os expulsos.

 

5.1.12.2 Ainda persistindo o empate, serão cobrados tantos tiros livres diretos na marca de penalidade máxima quanto necessários, por diferentes atletas em condição de jogo, até que haja um vencedor.

 

5.1.12.3 Para efeito de critérios de desempate somente serão computados os gols feitos e recebidos dentro do tempo normal de jogo. Isto é, os gols feitos e recebidos nos pênaltis não serão computados nos critérios de desempates.

 

5.1.13 O sistema de pontuação nos grupos será:

 

Vitória no tempo normal 3 pontos.

Vitória (pênaltis) 2 pontos.

Derrota (pênaltis) 1 ponto.

Derrota 0 ponto.

 

5.1.14. Ocorrendo empate na classificação, serão utilizados os seguintes critérios de desempate:

 

I- entre duas equipes:

a) confronto direto;

b) maior número de vitórias;

c) menor número de gols sofridos;

d) maior número de gols marcados;

e) saldo de gols no grupo em que se verificou o empate;

f) gols average no grupo em que se verificou o empate;

g) menor número de cartões vermelhos;

h) menor número de cartões amarelos;

i) sorteio.

 

II- entre três ou mais equipes:

a) maior número de vitórias nas partidas realizadas entre si;

b) menor número de gols sofridos nas partidas realizadas entre si;

c) maior número de gols marcados nas partidas realizadas entre si;

d) saldo de gols no grupo ou turno nas partidas realizadas entre si;

e) gols average no grupo ou turno nas partidas realizadas entre si;

f) menor número de cartões vermelhos;

g) menor número de cartões amarelos;

h) sorteio.

 

5.1.15 Em caso de expulsão, a substituição prevista somente acontecerá (2) dois minutos após a expulsão ou no decurso dos (2) dois minutos, quando a equipe infratora sofrer um gol.

 

5.1.16 O atleta apenado durante as competições com:

 

5.1.16.1 Um cartão vermelho: ficará suspenso automaticamente um jogo, sujeito à aplicação das penalidades previstas no Código de Justiça Desportiva, a aplicação do cartão VERMELHO terá validade em todas as etapas da competição.

 

5.1.16.2 Dois cartões amarelos: suspenso automaticamente por um jogo, a aplicação do cartão amarelo somente terá validade na competição em disputa, caracterizando as etapas microrregionais, seletivas e finais como competições distintas.

 

5.1.17 O controle do número de cartões e cumprimento de suspensão automática é de responsabilidade exclusiva de cada equipe, independente de comunicação oficial e de julgamento no âmbito da Justiça Desportiva.

 

5.1.18 O cumprimento das penalidades acima previstas é de responsabilidade de cada equipe, independente de comunicação oficial.

 

6 - HANDEBOL

 

6.1 A competição de Handebol na OLEPI será realizada de acordo com as regras oficiais da IHF adotada pela confederação brasileira de handebol (CBHB), salvo o estabelecido neste regulamento.

 

6.2 – A equipe deverá se apresentar e permanecer no jogo com um número mínimo e máximo de alunos-atletas, conforme Art. 03 deste regulamento.

 

6.3 - As competições de Handebol na OLEPI serão disputadas nos dois (2) gêneros e terão a duração 2 (dois) períodos de 14 (quatorze) minutos, sendo divididos em 4 (quatro) quartos de 7 (sete) minutos cada.

 

6.3.1 - Os jogos terão o intervalo de 3 (tres) minutos entre os períodos e 1 (um) minuto entre os quartos.

 

6.3.2 - A troca de lado da quadra dar-se-á somente entre o segundo e o terceiro quartos.

 

6.3.3 - No 1º quarto não poderá haver substituição, salvo em caso de contusão. O aluno-atleta contundido não poderá retornar ao quarto.

 

6.3.4 - Cada equipe poderá inscrever no máximo 2 (dois) alunos-atletas como goleiros.

 

6.4 - As substituições poderão ocorrer em qualquer um dos quartos, ficando a critério de cada professor a quantidade de alunos substituídos. Não poderão ser substituídos os alunos-atletas até o final do quarto que eles entraram, salvo em caso de contusão e o aluno-atleta contundido não poderá retornar ao quarto.

 

6.4.1- No mínimo 9 (nove) alunos-atletas deverão jogar um período completo. Caso isso não aconteça, a equipe infratora perderá o jogo por não cumprir o estabelecido neste Regulamento. O jogo prosseguirá até o seu final, porém, para efeito de placar, seguiremos os seguintes critérios:

 

I. Em caso de vitória, o resultado será invertido em favor da equipe adversária, aplicando-se quantos pontos forem necessários para que a outra equipe seja considerada vencedora. Exemplos de inversão:

 

Modalidade

Resultado do jogo

Resultado invertido

Handebol

Equipe A 27 x 22 Equipe B

Futsal Equipe A 27 x 28 Equipe B

 

II. Em caso de derrota, manter-se-á o resultado.

 

III. Excetua-se esta situação quando o aluno-atleta apresentar atestado médico expedido durante o evento e/ou cumprindo suspensão aplicada no próprio evento.

 

6.5 - Cada equipe terá direito a um (1) pedidos de “tempo técnico” com duração de um (1) minuto por quarto.

 

6.6 - Será utilizada a bola oficial da modalidade para cada categoria.

 

6.7 - Não será observada uma sequência de numeração nas camisetas dos alunos-atletas, no entanto, todas deverão estar numeradas.

 

6.7.1 - Ao goleiro é facultativo o uso de agasalho esportivo, na sua parte inferior, desde que este não possua bolso, zíper, botões ou qualquer objeto contundente, além de que deverá ser de cores diferentes da sua equipe e da equipe adversária, inclusive dos goleiros adversários.

 

6.8 - A equipe deverá observar o Art. 03 do Regulamento Geral (quanto ao número mínimo de inscritos), caso contrário será impossibilitada de competir e declarada perdedora por “WO”.

 

6.8.1 - Em caso do não comparecimento de uma equipe dentro do horário estipulado para o jogo, após a contagem de 15 minutos será declarada ausente, aplicando-se o WO em favor da equipe presente, a qual será declarada vencedora pelo placar de 1x0. Caso nenhuma das duas equipes se façam presentes em tempo hábil, será declarado o duplo não comparecimento, atribuindo-se derrota a ambas as equipes.

 

6.9 Para efeitos de classificação, a contagem de pontos obedecerá a seguinte tabela:

Vitória...........................3 pontos

Vitória nos 7 m .............2 pontos

Derrota nos 7 m.............1 ponto

Derrota.........................0 ponto

 

6.10 - Ocorrendo empate na classificação, serão utilizados os seguintes critérios de desempate:

 

I- entre duas equipes:

a) confronto direto;

b) saldo de gols;

c) gols average;

d) menor número de gols sofridos;

e) menor número de desqualificações;

f) menor número de exclusões;

g) menor quociente de cartões amarelos;

h) sorteio.

 

II- entre três ou mais equipes:

a) saldo de gols nos jogos realizados entre si;

b) gols average nos jogos realizados entre si;

c) menor número de gols sofridos nos jogos realizados entre si –

d) menor número de desqualificação nos jogos realizados entre si;

e) menor número de exclusão nos jogos realizados entre si;

f) menor número de cartões amarelos nos jogos realizados entre si;

g) saldo de gols na fase;

h) gols average na fase;

i) menor de expulsão em todos os jogos

j) menor número de desqualificação em todos os jogos;

k) menor número de exclusão em todos os jogos;

l) sorteio.

 

6.11 - Os jogos, em todas as fases, não poderão terminar empatados. Caso isto ocorra, serão adotados os seguintes procedimentos:

 

6.11.1 - Na fase classificatória o desempate será decidido pela cobrança de tiros de 7 (sete) metros conforme o Art. 7.12.5 descrito abaixo.

 

6.11.2 - Nas fases eliminatórias, semifinal e final para o desempate far-se-á uma prorrogação de quatro (4) minutos.

 

6.11.3 - Durante a prorrogação, não terá direito ao pedido de tempo.

 

6.11.4 - Para o início desta prorrogação, deverá haver sorteio de quadra e posse de bola

 

6.11.5 - Persistindo o empate a decisão será feita através da cobrança de “tiros de sete metros”, batidas da marca correspondente, conforme segue:

 

6.11.5.1 - Será batida inicialmente uma série de três (3) “tiros de sete metros”, alternadamente, por três alunos-atletas diferentes, que estavam em quadra quando do final da prorrogação, e que não cumpriam qualquer punição, sagrando-se vencedora a equipe que converter o maior número de gols.

 

6.11.5.2 - Persistindo o empate serão batidos tantos quantos “tiros de sete metros” forem necessários, alternadamente, por alunos-atletas diferentes, que estejam relacionados na súmula de jogo, e que não cumpriam qualquer punição, até que uma equipe possa ser declarada vencedora.

 

6.1.11.5.3 - Antes que um aluno-atleta que já tenha batido um “tiro de sete metros” repita-o, todos os demais componentes da equipe que estejam relacionados em súmula de jogo e que não cumpriam qualquer punição, inclusive o goleiro, deverão tê-lo feito.

 

6.12 - A punição de exclusão prevista na regra oficial da modalidade será cumprida com o tempo de dois (2) minutos.

 

6.13 - Atletas, técnico, assistente-técnico, medico, fisioterapeuta, massagista ou dirigente desqualificado estará suspenso por uma partida, independente da punição que poderá ser imposta pela Justiça Desportiva.

 

 

7 – JUDÔ – KARATÊ – MUAY THAI – JUI JITSU – TAEKWONDO

 

7.1 – As definições dos critérios serão definidas pela coordenação geral em conjunto com a equie de arbitragem e os professores das escolinhas esportivas.

 

 

 

08 – TÊNIS DE MESA

                                                            

 

8.1 – É obrigatório a confirmação dos atletas no Congresso Técnico especifico da modalidade.

 

8.1.1 - As competições de Tênis de Mesa na OLEPI disputadas na categoria individual, em cada gênero, no formato de um(1) set vencedor de onze (11) pontos.

 

8.1.1.1 - O número de sets vencedores será definido no Congresso Técnico Específico da Modalidade, que também definirá o sistema de disputa e classificação a ser utilizado, considerando-se principalmente o número de alunos-atletas inscritos e o tempo disponível para a realização dos Jogos. 

 

8.1.2 - Se for definido um sistema de disputa e classificação que utilize a distribuição dos participantes em grupos, os “cabeças de grupo” serão definidos com base no “rating” da Federação Catarinense de Tênis de Mesa, usando por base o primeiro dia do mês da competição.

 

8.1.3 - O aluno-atleta que possuir a pontuação mais alta será “cabeça do grupo A”, a segunda maior pontuação será “cabeça do grupo B”, e assim sucessivamente.

 

8.1.4 - No caso de dois ou mais alunos-atletas obterem a mesma pontuação, um sorteio definirá a posição dos mesmos nos grupos.

 

8.1.5 - Todos os alunos-atletas que tiverem pontuação no “rating” serão distribuídos nos grupos conforme suas posições, ficando para sorteio somente aqueles não ranqueados.

 

8.2 - A delegação poderá ser composta por um número máximo de alunos-atletas e professores-técnicos por gênero conforme tabela abaixo:

 

Alunos-atletas

Professores-técnicos

Masculino

Feminino

4

4

2

 

8.3 - O aluno-atleta deverá apresentar-se para o jogo devidamente uniformizado (calção, tênis, meia e camiseta).

 

8.3.1 - Como a cor da bolinha utilizada para as disputas poderá ser branca ou laranja, fica proibido o uso do uniforme (camisa, bermuda, short ou saia), cuja cor básica seja uma destas citadas.

 

8.4 - Não será permitido o uso de raquetes com borrachas que não sejam nas cores preta e vermelha, em que apareça claramente o símbolo de aprovação da “ITTF”.

 

8.4.1 - Não será permitida a troca de raquete durante a realização de um jogo, exceto se esta sofrer danos irreparáveis, ocorridos unicamente por acidente.

 

8.5 - Para efeitos de classificação, a contagem de pontos obedecerá a seguinte tabela:

 

I - vitória .............................. 3 pontos;

II - derrota ............................. 0 ponto.

 

8.1.6 - Ocorrendo empate na classificação, serão utilizados os seguintes critérios de desempate:

 

I - entre dois alunos-atletas:

a) confronto direto.

 

II - entre três ou mais alunos-atletas:

 

a) set “average” entre os empatados;

b) pontos “average” entre os empatados;

c) sorteio.

 

 

9- VOLEIBOL

 

9.1.- A competição de Voleibol na OLEPI será realizada de acordo com as regras oficiais da federação internacional de volleyball (FIVB) adotadas pela confederação brasileira de voleibol (CBV), salvo o estabelecido neste regulamento.

 

9.2 - Os jogos serão disputados nos dois (2) gêneros, no formato de dois (2) sets vencedores de vinte e cinco (25) pontos cada um. Em caso de necessidade de um terceiro set, este será de quinze (15) pontos.

 

9.3 - Na OLEPI, os jogos serão disputados conforme as seguintes normas:

 

9.3.1 – Cada atleta deverá jogar 15 (quinze) pontos ininterruptos até o 2º set, salvo em caso de contusão e o aluno-atleta contundido não poderá retornar ao jogo.

 

9.3.2 - As substituições poderão ocorrer em qualquer momento da partida, ficando a critério de cada professor a quantidade de alunos substituídos.

9.3.3 - No 3º set (quando houver) as substituições serão liberadas, seguindo a Regra oficial.

 

9.4 – As equipes serão compostas por no mínimo 9 (nove) e no máximo 15 (quinze) alunos-atletas e no mínimo nove 09 alunos-atletas, deverão jogar 15 pontos ininterruptos.

 

9.5 - Quando um aluno-atleta não puder completar a obrigatoriedade, a equipe poderá utilizar outro que o completará o set em seu lugar. Esta atitude, no entanto, não caracterizará o cumprimento da necessidade de jogar um set completo para nenhum deles.

 

9.6 - Se esta impossibilidade ocorrer no segundo set, a equipe será declarada perdedora do jogo. O jogo prosseguirá até o seu final, porém, para efeito de placar, seguiremos os seguintes critérios:

 

I - Em caso de vitória, o resultado será invertido em favor da equipe adversária, aplicando-se quantos pontos forem necessários para que a outra equipe seja considerada vencedora. Exemplos de inversão:

 

Modalidade

Resultado do jogo

Resultado invertido

Voleibol (jogos sem set decisivo)

Equipe A 02 x 00 Equipe B

25 x 15

25 x 20

Equipe A 00 x 02 Equipe B

25 x 27

25 x 27

Voleibol (jogos com set decisivo)

Equipe A 02 x 00 Equipe B

25 x 15

25 x 20

15 x 13

Equipe A 00 x 02 Equipe B

25 x 27

25 x 27

15 x 17

 

II - Em caso de derrota, manter-se-á o resultado.

 

III - Excetua-se esta situação quando o aluno-atleta apresentar atestado médico expedido durante o evento e/ou cumprindo suspensão aplicada no próprio evento.

 

9.7 - As substituições serão obrigatórias em todas as fases.

 

9.8 – Cada equipe terá o direito a 1 (um) tempo técnico por set. e não haverá tempos técnicos no oitavo e décimo sexto ponto.

 

9.9 - Entre cada set haverá um intervalo com duração de três (3) minutos.

 

9.10 - Será utilizada a bola oficial da modalidade.

 

9.11 - A altura da rede obedecerá ao seguinte critério:

 

FEM

MASC

2,15 m

2,35 m

 

9.12 - Não será observada uma sequência de numeração nas camisetas dos alunos-atletas, no entanto, todas deverão estar numeradas.

 

9.13 - Sugere-se que as camisetas possuam números na frente (peito) e atrás (costas).

 

9.14 - A equipe deverá observar o Art. 03 do Regulamento Geral (quanto ao número mínimo de inscritos), caso contrário será impossibilitada de competir e declarada perdedora por “WO”.

 

9.15 - Em caso do não comparecimento de uma equipe dentro do horário estipulado para o jogo, após a contagem de 15 minutos será declarada ausente, aplicando-se o WO em favor da equipe presente, a qual será declarada vencedora pelo placar de 2x0, parciais de 25 x 00 à equipe vencedora. Caso nenhuma das duas equipes se façam presentes em tempo hábil, será declarado o duplo não comparecimento, atribuindo-se derrota a ambas as equipes.

 

 

9.16 - Para efeitos de classificação, a contagem de pontos obedecerá a seguinte tabela:

Vitória .............................. 3 pontos;

Derrota ............................. 1 ponto.

Ausência............................. 0 ponto.

 

9.17 Ocorrendo empate na classificação, serão utilizados os seguintes critérios de desempate:

 

I - entre duas equipes:

a) confronto direto.

 

II - entre três ou mais equipes:

a) set “average” entre as equipes empatadas;

b) pontos “average” entre as equipes empatadas;

c) sorteio.

 

10- VOLEIBOL DE PRAIA

 

10.1 - A competição de Voleibol de Praia na OLEPI será disputada nos dois (2) gêneros, no formato de dois (2) sets vencedores de vinte e um (21) pontos.

 

10.1.1 - Quando da utilização do formato de disputa em dois (2) sets vencedores, em caso de necessidade de um terceiro set, este será de quinze (15) pontos.

 

11.1.2 - Para qualquer tipo de formato de disputa definido no “caput” deste item, havendo empate em vinte (20) pontos, e no caso do terceiro set, havendo empate em quatorze (14) pontos será necessário que uma equipe alcance a diferença de dois (2) pontos para ser declarada vencedora, não havendo, neste caso, ponto limite para o término do set.

 

10.2 - Entre cada set haverá um intervalo com duração de um (1) minuto.

 

10.3 - A troca de lado da quadra dar-se-á a cada sete (7) pontos nos sets (1º e 2º) de vinte e um (21) pontos. E a cada cinco (5) pontos nos sets de quinze (15) pontos, as equipes devem fazer as trocas de quadra imediatamente sem demoras.

 

10.4 - Cada equipe terá direito a um (1) pedido de “tempo técnico”, com duração de um (1) minuto em cada set.

 

10.5 – Cada equipe será formada por dois (2) atletas, sendo que antes do início do primeiro jogo da competição, serão definidos os dois atletas que irão participar do evento.

 

10.5.1 – Após a definição dos dois (2) atletas iniciantes, não será mais permitida substituição durante essa competição.

 

10.6- Será utilizada a bola oficial da modalidade.

 

10.6.1 - A altura da rede obedecerá ao seguinte critério:

 

FEMININO

MASCULINO

2,10 metros

2,30 metros

 

10.7 - Não será observada uma sequência de numeração nas camisetas dos alunos-atletas, no entanto, elas deverão estar numeradas.

 

10.7.1 - O uniforme dos alunos-atletas consiste em camiseta, top, short e/ou sunquíni.

 

10.7.2 - Sugere-se que as camisetas possuam números na frente (peito) e atrás (costas).

 

10.7.3 - É permitido o uso de “bermuda modelo ciclista” e camiseta de mangas compridas ou agasalhos sob o uniforme, desde que sejam da mesma cor e autorizados pelo árbitro.

 

10.7.4 - É permitido o uso de “óculos de sol”, desde que não ponha em risco a integridade física do aluno-atleta e demais participantes, mediante avaliação do árbitro.

 

10.8 - A equipe deverá se apresentar e permanecer no jogo com dois (2) alunos-atletas, caso contrário será impossibilitada de competir e declarada perdedora por “WO”.

 

10.8.1 - Em caso de “WO” será conferido o placar de 1 X 0, parcial de 21 X 00 ou 2 X 0, parciais de 21 X 00 e 21 X 00 à equipe vencedora, dependendo do formato de disputa definido para a competição.

 

10.9 - Para efeitos de classificação, a contagem de pontos obedecerá a seguinte tabela:

Vitória .............................. 3 pontos;

Derrota ............................. 1 ponto;

Ausência............................ 0 ponto.

 

10.10 - Ocorrendo empate na classificação, serão utilizados os seguintes critérios de desempate:

 

I - Entre duas equipes:

a) confronto direto.

 

II - Entre três ou mais equipes:

a) set “average” entre as equipes empatadas;

b) pontos “average” entre as equipes empatadas;

c) sorteio.

 

11- XADREZ

 

11.1 - As competições de Xadrez na OLEPI, serão disputadas na categoria individual e convencional (pensado) em cada gênero.

 

11.2 - A delegação poderá ser composta por um número máximo de alunos-atletas e professores-técnicos por gênero conforme tabela abaixo:

 

Alunos-atletas

Professores-técnicos

Masculino

Feminino

4

4

2

 

11.3 A competição obedecerá as seguintes normas de emparceiramento:

 

I -  Sistema Schuring: quando o número de participantes for menor que nove (9), adotando-se pela ordem, os seguintes critérios de desempate para classificação final:

 

a) Confronto Direto;

b) Método Sonnerborg-Berger;

c) Blitz com sorteio das cores, sendo que as negras jogarão com cinco minutos pelo empate e as brancas com 6minutos.

Obs: Apenas no desempate pelos três (3) primeiros lugares, demais casos, se realizará sorteio (Cara ou Coroa).

 

II - Sistema Suíço: usando-se programa computacional indicado pela Federação, preferencialmente em sete (7) rodadas, sendo ajustado pela equipe de arbitragem conforme número de atletas e dias de competição, adotando-se pela ordem, os seguintes critérios de desempate para classificação final:

 

a) Confronto Direto (código 11);

b) Buchholz com corte do pior e melhor resultado (código37);

c) Buchholz sem corte (código37);

d) Sonnerborn-berger (código52).

e) Blitz com sorteio das cores, sendo que as negras jogarão com cinco minutos pelo empate e as brancas com 6 minutos (código5).

 

Obs: Apenas no desempate pelos três (3) primeiros lugares, demais casos, se realizará sorteio (Cara ou Coroa).

 

11.3.1 - Para ordenar a lista de chamada inicial de emparceiramento será utilizado o rating FIDE de cada aluno/atleta, com a ordem alfabética como segundo critério de ordenação inicial.

 

11.4 - É obrigatório o uso do “relógio de xadrez”, o uso da anotação de forma legível dos lances da partida será decidido pela Coordenação Geral.

 

11.4.1 - O tempo de jogo será definido no Congresso Técnico e decidido pela Coordenação técnica.

 

11.4.2 - O aluno-atleta que possuir menos de cinco (5) minutos para o esgotamento do seu tempo de jogo poderá deixar de anotar os lances.

 

11.4.3 - É de responsabilidade de cada aluno-atleta apresentar-se de posse da caneta para anotação dos lances na sua planilha.

 

11.5 - Para efeitos de classificação, a contagem de pontos obedecerá a seguinte tabela:

Vitória .............................. 1 ponto;

Empate ............................. 0,5 ponto;

Derrota ............................. 0 ponto.

 

11.6 - O tempo para configurar perda WO será de conformidade com o estabelecido no artigo 5º deste Regulamento, controlado pela Coordenação da Modalidade, devendo no caso de atraso ser acionado o relógio que controla a partida pelo adversário ou árbitro.

 

11.7 - É proibido o uso de telefone celular ou qualquer outro dispositivo eletrônico ou meio de comunicação no local dos jogos.

 

11.7.1 - Câmera fotográfica exclusiva poderá ser usada desde que autorizada e mediante orientação da Coordenação da Modalidade.

 

 

 

 

 

 

 

Balneário Piçarras, agosto de 2022

 

 

© 2023 - Secretaria de Esportes e Lazer de Balneário Piçarras - Todos os direitos reservados